Nenhuma combinação alimentar é tão antiga quanto aquela feita com pães e vinhos. Esses dois alimentos, que são símbolos históricos da evolução e do comportamento da humanidade, por muito tempo andaram juntos, alimentando populações em diversos cantos do mundo.

Saber fazer a harmonização de pães e vinhos para nós, portanto, deveria ser uma atividade natural na nossa rotina, mas sabemos que não é bem assim. Para lhe ajudar a recuperar essa prática tão antiga – e saudável – que tal conferir essas dicas de harmonização de pães e vinhos?

Obedeça a regra dos sabores complementares

harmonização de pães e vinhos complemento

Assim como acontece com a harmonização de vinhos e outros alimentos, para combinar essa bebida com diferentes tipos de pães é preciso apenas ficar atento à regra dos sabores complementares: nem o sabor do vinho, quanto o do pão, podem se sobrepor ao ser combinados. A sensação no seu paladar deve ser complementar, melhorando a sua experiência ao saborear ambos.

Para facilitar, pense sempre que pães com sabor mais forte combinam melhor com vinhos tintos igualmente robustos, enquanto pães delicados e com sabores suaves podem harmonizar melhor com vinhos mais leves, como os brancos. Outro ponto importante a se levar em consideração é que os vinhos ácidos, geralmente, são difíceis de harmonizar com pães, por não combinarem tanto com a textura desse alimento. Por isso, se você quer minimizar a chance de erro, prefira outros tipos de vinhos ao testar essas combinações.

Sugestões de harmonização

Alguns tipos de pães parecem que nasceram para harmonizar com determinados tipos de vinhos. Aqui separamos algumas sugestões de combinação para você tentar em uma próxima oportunidade:

Baguettes e Pinot Grigio ou Cabernet Sauvignon

harmonização de pães e vinhos baguette

Para os apaixonados por pães franceses e as saborosas baguettes, uma boa opção de harmonização são as uvas tradicionais do mesmo país, como a Pinot Grigio e a Cabernet Sauvignon. Seus sabores suaves complementam o frescor e a discreta acidez oferecida por esses tipos de pães.

Pães integrais, focaccias e rosés

harmonização de pães e vinhos focaccia

Vinhos rosés são ótimos para combinar com pães saborosos, como os integrais feitos com 100% de trigo e também as focaccias. Como esses pães tem o sabor um pouco mais marcante que outras receitas, o rosé é uma ótima alternativa para complementar a experiência, deixando-a equilibrada. Fique atento somente para escolher rosés mais doces para pães mais adocicados, e rosés secos para pães com sabor mais forte.

Pão de centeio e Pinot Noir

harmonização de pães e vinhos pão de centeio

Pães de centeio apresentam, geralmente, uma crosta com sabor discretamente caramelizado e interior com um doce suave. Essas características combinam com o delicado Pinot Noir, que valoriza o sabor adocicado desse tipo de pão. Essa, inclusive, é uma harmonização de pães e vinhos bastante utilizada em restaurantes populares em toda a França.

Pão de azeitona e vinhos italianos

harmonização de pães e vinhos azeitona

O que seria melhor para combinar com um pão que tem tanto a cara da Itália quanto o pão de azeitona? Um vinho tipicamente italiano, certo? Os Sangiovese e os Nero d’Avola são excelentes para completar o sabor defumado e discretamente amargo das azeitonas. Complete essa combinação com um pedaço de carne vermelha e uma massa ao molho sugo, para ser teletransportado diretamente para a Itália. 😉

Pães frutados e Riesling

harmonização de pães e vinhos pão frutado

Muitos pães frutados – ou preenchidos com frutos secos como nozes e castanhas – combinam bem com vinhos que valorizam essa característica doce. A Riesling, que é uma uva com sabor discretamente adocicado, pode ajudar a valorizar esses tipos de pães, complementando a sua experiência com esses alimentos.

Pães doces com vinho do Porto

harmonização de pães e vinhos pão doce

Pães doces, feitos com chocolates, frutas e outros ingredientes que deixam a massa com um sabor fortemente açucarado, são ideais para combinar com aquele vinho do Porto que você adora, ou com os Rieslings mais adocicados. Prefira o Porto para harmonizar com pães de chocolate e Rieslings para aqueles com sabor de baunilha.

Brioches doces e champagnes

harmonização de pães e vinhos brioche

Quem disse que um bom champagne não vai bem com uma fatia de pão? Nossa sugestão é harmonizar essa bebida com brioches doces, que combinam direitinho com a efervescência e o discreto sabor adocicado do champagne.

Pães gourmets e Malbec ou Syrah

harmonização de pães e vinhos pão gourmet

Tem em casa um daqueles pães gourmets feito com diferentes tipos de ingredientes, como queijos fortes, nozes e passas? Esses pães rústicos combinam muito bem com uvas que também tem personalidade, como o Malbec ou a Syrah, que valorizam os sabores acentuados desses alimentos.

Ciabatta e Blanc de Noir

harmonização de pães e vinhos ciabatta

Para quem vai saborear uma boa ciabatta, a bebida escolhida deve ser o champagne feito com uvas Pinot Noir, também chamado de Blanc de Noir. A acidez do champagne combina com a ciabatta e pode ser complementado com algumas fatias de mortadela italiana e pistaches.

Pães de provolone ou figo e vinhos brancos

harmonização de pães e vinhos pão de figo

Você deve estar se perguntando se os vinhos brancos não iriam aparecer nessa lista, não é mesmo? Os vinhos brancos harmonizam com um tipo muito específico de pães: os feitos à base de provolone ou figo. Seu sabor suave permite que a característica marcante do queijo seja valorizada, como também não ofusca o discreto paladar do figo.

Sanduíches e vinhos que harmonizam com os ingredientes

harmonização de pães e vinhos sanduíche

Se você vai harmonizar o seu vinho com um sanduíche, é importante ficar mais atento às características dos ingredientes que vai usar, do que necessariamente com o tipo de pão que escolheu. Por isso, procure saber qual a receita que você vai elaborar, para depois escolher um vinho que combine com as principais características do seu sanduíche.

 

A harmonização de pães e vinhos é uma técnica que pode ser aprendida como todas as outras aplicadas para a combinação dessa bebida com alimentos: é preciso experimentar e testar muito, para conhecer aquilo que é considerado prazeroso para você.

Quais das combinações acima chamaram sua atenção? Você já testou outras e gostou? Conte para a gente!

Banner_Vinha_vinhos_BLOG