O final do mês de julho significa, para muitos pais e mães, o momento de programar a volta às aulas do seu filho. Retomar a rotina de estudos pode ser um desafio momentâneo para as crianças, mas também demanda dos pais determinados cuidados que devem voltar a fazer parte do seu dia a dia.

Um desses cuidados é a montagem da lancheira para levar para o colégio. Para lhe ajudar nessa tarefa, separamos algumas dicas para você garantir para seu filho lanches práticos e saudáveis, para levar não apenas no primeiro, mas em todos os dias de aula. Confira!

volta as aulas - variedade

Coloque um alimento de cada grupo na lancheira

A premissa de uma lancheira saudável começa pela importância de valorizar a variedade de alimentos e nutrientes na refeição do seu filho. Crianças precisam comer de tudo, de maneira equilibrada e controlada, porém sem preocupação com restrições ou dietas.

Por isso, uma lancheira saudável conta com pelo menos três tipos de alimentos diferentes em seu interior: um carboidrato, uma fruta e um tipo de proteína.

Opte sempre por carboidratos integrais (pães, biscoitos e bolos integrais), frutas fáceis de manipular (como as com casca ou já picadinhas) e proteínas leves como queijos brancos, carnes desfiadas e até mesmo ovos cozidos.

Sempre que possível cozinhe as receitas que seu filho vai levar

Quem tem o hábito de ir para a cozinha, pode adicionar o lanchinho dos filhos à lista do que vai cozinhar no dia. Prefira sempre mandar um bolo caseiro, um sanduíche natural ou uma salada de frutas feita em casa, do que um alimento industrializado ou já comprado pronto.

Alimentos feitos em casa, além de mais nutritivos, podem garantir maior sensação de saciedade e bem-estar para seus filhos no colégio. 😉

volta as aulas - cozinhar

Cuidado com os alimentos perecíveis

Nem toda escola conta com um espaço refrigerado para os alunos guardarem seus lanchinhos e, por isso, se atentar ao uso de alimentos perecíveis na hora de montar essa refeição é um cuidado importante.

Produtos como maionese e alguns derivados do leite – como iogurtes e bebidas lácteas – podem estragar ao passar muito tempo em ambientes pouco refrigerados. Prefira, caso você não tenha lancheiras térmicas ou geladeiras no colégio, oferecer para seu filho lanches mais seguros e tolerantes a temperaturas mais altas.

A garrafinha de água não pode faltar

Crianças podem esquecer-se facilmente, ao longo do dia, de tomar água regularmente e se manter hidratados. Por isso, ao invés de contar com a possibilidade deles buscarem tomar água no bebedouro quando estiverem com sede, envie uma garrafinha de água cheia todos os dias.

Só não se esqueça de fazer o combinado que ela deve voltar completamente vazia ao final do dia, para garantir que ela seja consumida, ok?

volta as aulas - água

Vegetais também podem participar da lancheira

Existem alguns vegetais que parecem que nasceram para fazer lanchinhos saborosos no meio da manhã ou da tarde – e quanto mais cedo as crianças são adaptadas a esse hábito, mais vão gostar de levá-las para o colégio.

Algumas alternativas (como tomates cerejas misturados com pedaços de queijo branco e orégano, cenourinhas baby e milho cozido picadinho) podem ajudar a tirar o lanchinho dos seus filhos da rotina.

Um agradinho de vez em quando não faz mal a ninguém

É claro que o consumo de doces e chocolates não deve fazer parte da rotina alimentar de uma criança, mas assim como você não resiste a um agradinho para seu paladar de vez em quando, seu filho também pode gostar desse carinho.

Por isso, não existe nada de errado, uma vez no mês, mandar um chocolate, um doce de frutas ou alguma outra “besteirinha” que seu filho goste de saborear. Mas atenção, o equilíbrio e o consumo moderado é o segredo para que esse não seja um problema para a saúde da criança, tá bom?

volta as aulas - perecíveis

A volta às aulas pode também significar a volta aos costumes alimentares saudáveis, não é mesmo? O que você tem planejado para a lancheira do seu filho no próximo semestre? Conte para a gente!