O rótulo de vinho é uma importante marca da garrafa que você está prestes a saborear, feito à partir do papel, madeira, metal e até mesmo de cortiça. Na verdade, o material usado na sua construção pouco importa – o que é relevante mesmo é o que um rótulo representa para aquele vinho que você vai abrir.

Você sabe como é criado um rótulo de vinho e por que você deve se preocupar em analisá-lo na hora de escolher a sua bebida?

Qual a importância do rótulo para o vinho?

rótulo de vinhos - antigo

Ao analisar um rótulo de vinho, devemos pensar nele como um cartão de visitas de uma determinada garrafa ou vinícola. É ali, naquele material, que o vinho se apresenta para seu consumidor e onde pode guardar suas informações mais importantes – mesmo de maneira não tão óbvia em um primeiro contato.

Não é fácil avaliar um rótulo de vinho, nem mesmo para os consumidores mais experientes. Mas você vai sempre encontrar algumas informações básicas e relevantes por lá: qual o tipo de vinho, sua uva, a região de produção, o ano da safra e a casa produtora. Por ser tão importante na apresentação do vinho é que muitas vinícolas prestam muita atenção a esse detalhe, não permitindo que qualquer rótulo seja posicionado nas suas garrafas.

O que é levado em consideração na hora de criar um rótulo de vinho?

rótulo de vinhos - taça

Um rótulo, basicamente, deve contar para o consumidor quem é o produtor e o produto que está sendo oferecido naquela garrafa. Essas são as informações que jamais devem faltar e que sempre são levadas em consideração na hora da criação do rótulo.

Outro detalhe importante, e que não deve ser esquecido, é o respeito com a identidade visual da vinícola produtora. Você sempre vai observar que existem características do rótulo que vão lhe ajudar a identificar quem é aquele produtor: pode ser uma cor sempre usada na identidade visual, o nome do vinho ou até o estilo de desenho. O que importa é que os rótulos de uma mesma vinícola sempre seguem uma mesma linha de raciocínio, sem deixar de valorizar a identidade visual daquela determinada marca.

Quem é o responsável pela criação do rótulo?

rótulo de vinhos - designer

A criação do rótulo é sempre uma responsabilidade da vinícola que produz o vinho, mas isso não significa que ela é sempre a responsável pela ideia do nome ou do tipo de identidade que será gerada naquele material. Um cliente que compra uma determinada safra, por exemplo, para comercializar um vinho exclusivo, pode passar algumas orientações sobre o que gostaria de apresentar no rótulo, mas é importante ressaltar que a decisão final – de aprovar ou não essas sugestões – é sempre da vinícola.

O processo de criação do rótulo, como a escolha do desenho, do material que será utilizado e a diagramação das imagens, é realizada por um designer especialista em rótulos de vinhos. Geralmente, esse profissional é contratado pela própria vinícola.

 

Como você pode ver, a escolha de um rótulo de vinho é muito mais do que apenas “dar uma cara” para aquele produto que a vinícola optou por comercializar. O rótulo conta a história daquela garrafa e, para quem realmente quer aprender a apreciar essa bebida de maneira completa, aprender a valorizar essas informações é uma etapa essencial para a experiência.

Você tem algum rótulo de vinho favorito? Lembra-se de algum que lhe marcou por algum motivo? Compartilhe com a gente as suas experiências!

Banner_Vinha_vinhos_BLOG