Quem disse que uma taça de vinho não acompanha os mais saborosos pratos de carne? Fazer a harmonização de vinhos e carne é mais fácil do que parece e você vai aprender tudo que precisa com a nossa ajuda! Vamos lá?

Carnes vermelhas

harmonização de vinhos e carne - carne vermelha

As carnes vermelhas podem ser preparadas de diferentes maneiras e cada uma dessas preparações exige um tipo de vinho:

Carne cozida

Carnes cozidas geralmente são pratos com um teor de gordura um pouco mais elevado, por conta do tempo de cocção da carne na panela. Para equilibrar essas características, é ideal escolher um vinho com acidez elevada e taninos marcantes, como aqueles produzidos com a uva Tempranillo.

Carne grelhada

Carnes vermelhas grelhadas precisam de vinhos encorpados e com taninos marcantes, discretamente ácidos, para complementar seu sabor. É natural que os Malbecs e Tannat argentinos e uruguaios sejam uma boa opção para esse tipo de carne. Vale reforçar que, para valorizar o sabor dessa harmonização, é preciso investir em uma carne mais mal passada.

Churrasco

O churrasco se assemelha muito com a carne grelhada, mas o forte sabor da fumaça influencia muito no que você experimenta na carne. As uvas Malbec sempre vão muito bem com carnes vermelhas em geral, mas se você tem um churrasco com diferentes peças, vale a pena investir em uma garrafa de Cabernet Sauvignon, que é mais equilibrada e fácil de harmonizar com os vários sabores que saem do fogo.

Almôndega

A almôndega é uma carne que, invariavelmente, vem acompanhada de algum tipo de molho – e por isso, recomendamos que você se preocupe em harmonizar seu vinho com ele. Para os pratos clássicos de almôndega com molho de tomate, prefira vinhos leves e tradicionais, como os italianos.

Costela

A costela é uma carne muito peculiar, de sabor forte e marcante, além de um alto teor de gordura. Aqui você tem duas opções: harmonizá-la com um vinho suave, para respeitar o sabor da carne ou com um vinho igualmente marcante, que vai complementar essa experiência.

Para quem vai de suave, uma boa pedida é a Pinot Noir, que é elegante e discreta na medida certa. Para quem quer ousar, a Syrah vai lhe garantir uma experiência muito interessante com as costelas.

Carne de porco

harmonização de vinhos e carne - carne de porco

Carnes de porco também harmonizam bem com vinhos. Tente valorizar com vinhos de taninos mais suaves, porque são peças delicadas e que podem ter seu sabor comprometido com uvas mais fortes.

Boas opções são os vinhos brancos feitos com Riesling ou, para quem prefere vinhos tintos, a Cabernet Sauvignon.

Carne de frango

harmonização de vinhos e carne - frango

A carne de frango, assim como a carne vermelha, também pode ser preparada de várias maneiras. Para aprender a fazer a harmonização de vinhos e carne de frango, é preciso se atentar a alguns detalhes:

  • Para carnes servidas sem molho, opte sempre por uvas brancas e discretamente marcantes, como as presentes nos espumantes brut ou nos vinhos feitos com Chardonnay;
  • Para carnes de frango com molhos suaves, harmonize com uvas igualmente leves, como a Pinot Noir ou Merlot;
  • Os molhos apimentados combinam muito bem com os brancos feitos com Riesling;
  • Molhos cítricos, por sua vez, devem ser harmonizados com brancos feitos com Sauvignon Blanc;
  • Frangos servidos com queijo ou molho de queijo podem ser acompanhados por uma boa taça de Syrah, por conta do sabor mais forte do prato.

Carnes de Caça

harmonização de vinhos e carne - carne de caça

Carnes de caça de maneira geral apresentam sabor muito mais marcante do que as tradicionais carnes de boi, porco ou frango. Exatamente por isso, só conseguem harmonizar bem com vinhos igualmente encorpados, que não são prejudicados por sua forte presença.

Por isso, ao servir carnes como pato, coelho e até mesmo cordeiro, prefira harmonizá-las com vinhos feitos com uvas Tannat, Cabernet Sauvignon e até a Syrah.

Peixe e frutos do mar

harmonização de vinhos e carne - peixe

Vai servir um saboroso peixe como opção de carne? Para esse tipo de prato – e também para os frutos do mar – os vinhos certos são sempre os mais suaves, como os brancos, que não comprometem seu sabor discreto. Os rótulos de vinho branco feitos com a uva Sauvignon Blanc são uma boa pedida, mas peixes também harmonizam com delicados espumantes.

 

Quais dessas opções de harmonização de vinhos e carne você já testou antes? Quer aprender a harmonizar outros alimentos com seus rótulos preferidos? Não perca nossas dicas sobre o tema!